Urgente! Apoio às famílias Kaingang no TISAC

 

A primeira semana de janeiro começa com violência à famílias Kaingang em Florianópolis, dia 7/01 famílias Kaingang chegaram no Terminal desativado do Saco dos Limões (TISAC), na ausência de uma casa de passagem indígena (demanda postergada há anos), mas foram atacados pela prefeitura da cidade que ameaçou despejar os Kaingang sem nenhuma ordem legal. As comunidade Kaingang todos os verões chegam na capital para venda de artesanatos, necessidade para garantir o sustento dessas famílias que vivem em suas terras envolta de grandes latifundios ocasionando dificuldades de sustento.

Para contribuir com a luta dos povos indígenas e fortalecer a permanência dos Kaingang no TISAC, precisamos de doações de itens necessários para limpeza e cozinha, assim como alimentos (de preferência não perecíveis ou que não dependam de galadeira) e materias de prevenção a COVID 19 (mascáras e ácool). O ponto de arrecadação é no TISAC ou deposito na conta da liderança Kaingang.

CASA DE PASSAGEM INDÍGENA É UM DIREITO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *